Arquivo da categoria ‘Materias

Aquario de formigas a LED   Leave a comment

Em primeiro lugar, você sabia que formigas vivem entre 40 e 60 dias, aproximadamente? Isso me faz pensar que a Formiga Atômica não teve tantas oportunidades de salvar o mundo como eu imaginava, mas enfim, apesar da carreira curta, elas são seres bem curiosos, e digamos boas de ter em casa dentro de um aquário.

Digo dentro de um aquário, porque fora dele elas não são consideradas tão simpáticas assim e o pior de tudo é que elas mordem.

Bom, se você também gosta, e quer tê-las em casa de forma segura, saiba que a NASA em um de seus experimentos, descobriu um gel que serve como habitat e como alimento das formiguxas, e por ser transparente permite que você acompanhe em todos os momentos seu jeitinho curioso de vida.

Publicado setembro 8, 2010 por Ismael em Materias

Etiquetado com ,

30 coisas puta irritantes   Leave a comment

1. Pisar em bosta de cachorro, mas só descobrir depois que entrou em casa, e está no meio do tapete da sala;
2. Três horas e três reuniões depois do almoço, você olha no espelho e descobre um pedaço de feijão preso no seu dente da frente;
3. Tem sempre um ou dois cubos de gelo que se recusam terminantemente a sair da fôrma;
4. Ter que explicar a, no mínimo, cinco vendedores diferentes de uma mesma loja que está “só olhando”;
5. Não conseguir achar algum objeto que estava na sua mão há um minuto atrás;
6. A pessoa atrás de você no supermercado bate com o carrinho no seu tendão;
7. Experimentar um óculos de sol com aquela etiquetazinha de plástico pendurada no nariz;
8. O elevador pára em todos os andares, e não entra ninguém;
9. Tem sempre um carro quase entrando na traseira do seu carro quando você está andando
devagar, procurando um endereço;
10. O anel se solta antes da lata se abrir;
11. Aquela fitinha vermelha para abrir fácil embalagens nunca funciona com você; 12. O cachorro da vizinha late por qualquer coisa;
13. Descobrir ao chegar em casa que tava com uma remela enorme nos olhos durante o encontro com um(a) garot(a);
14. Tomar um belo gole na lata de refrigerante que alguém usou como cinzeiro.
15. Cortar a língua fechando um envelope;
16. O pneu do seu carro que perde a metade da pressão enquanto você está tentando calibrar;
17. A estação pega muito bem enquanto você está perto do rádio, mas chia, diminui e some quando você se afasta;
18. Alguém sempre entra na sala quando você está com o dedo no nariz;
19. O carro atrás do seu falta explodir de tanto buzinar enquanto você espera o pedestre acabar de atravessar;
20. Um pedaço do papel laminado do bombom dá aquele choque quando você morde o recheio;
21. Regular o despertador e ele acaba tocando às sete da noite em vez de sete da manhã;
22. A rádio não te diz quem cantou aquela última música que você gostou;
23. Passar sabonete nas mãos e não conseguir abrir a torneira para tirar o sabão com a água;
24. O pessoal todo que estava atrás de você na fila passa na sua frente quando o caixa ao lado abre de repente;
25. Os óculos escorregam para frente assim que você começa a suar;
26. Quando você muda de fila a sua começa a andar mais rápido;
27. Abaixar para apanhar uma coisa que caiu debaixo da mesa e bater com a cabeça na volta;
28. Estar num engarrafamento e sempre a fila em que você está anda mais devagar (mesmo se você trocar de fila);
29. Enfrentar uma fila enorme no cinema o ingresso esgotar justo na sua vez;
30. Um carinha chato pra caramba fica entrando e saindo do MSN e lota a sua tela com janelinhas.

Publicado setembro 8, 2010 por Ismael em Listas, Materias

Etiquetado com , ,

Frases Sheldon Cooper   Leave a comment

Aqui vai algumas das melhores frases do cativante personagem do seriado The Big Bang Theory, o físico Sheldon Cooper, interpretado por Jim Parsons.

– Bem, hoje nós tentamos nos masturbar por dinheiro.
– Sim, isso quer dizer que você faz parte da desilusão cultural em massa de que a aparente posição do sol em relação as constelações na hora do seu nascimento afeta sua personalidade de alguma forma.
– Ah, gravidade, tu és uma vadia sem coração.
– Eu acredito que você tem tanta chance de transar com a Penny quanto o Telescópio Hubble descobrir que no centro de todo buraco negro existe um homenzinho com uma lanterna procurando por um fusível.
– Não, eu não vou pedir a ele que escolha entre sexo e jogar Halo 3. Até onde eu sei, sexo não foi atualizado para incluir gráficos de alta qualidade e melhorias no sistema de armas.
– Eu não chuto. Como cientista eu chego a conclusões baseadas em observação e experimentação.
– Engenharia: onde os nobres semi-hábeis trabalhadores executam a visão daqueles que imaginam e sonham. Olá, Ooompa-Loompas da ciência.
– Pedra, papel, tesoura, lagarto, Spock. É muito simples. Olhe – tesoura corta papel, papel cobre pedra, pedra esmaga lagarto, lagarto envenena Spock, Spock esmaga tesoura, tesoura decapita lagarto, lagarto come papel, papel refuta Spock, Spock vaporiza pedra e como sempre, pedra quebra tesoura.
– A essência do costume (de dar presentes de Natal) é que agora eu tenho que sair e adquirir um presente de valor equivalente que representa o mesmo nível de amizade representado pelo presente que você me deu. Não é de estranhar que as taxas de suicídio aumentam nessa época do ano.
– I’M BATMAN!
– Desculpe, café está fora de questão. Quando eu me mudei para a Califórnia, prometi a minha mãe que eu não começaria a usar drogas.
– Há sempre a possibilidade que álcool e um fraco julgamento dela possa levar a uma boa noite romântica.
– Sente esse cheiro? É o cheiro de HQs novas. Oh, sim!
– Eles não eram “amigos”. Eram colegas imaginários.
– Que computador você tem? E por favor não diga “um branco”.
– Eu queria um grifo. Eu estava estudando recombinar tecnologia de DNA e eu estava confiante que eu podia criar um, mas meus pais não estavam dispostos a me fornecer os ovos de águia e o sêmen de leão. Claro que minha irmã conseguiu aulas de natação quando ela quis.
– Eu sou claramente muito evoluído para dirigir um carro.
– Não haveria nenhuma porrada se aquele estúpido raio da morte tivesse funcionado.
– Não posso vestir um pijama diferente. Esse é meu pijama de Segunda-feira.
– Eu não sou louco – minha mãe me testou.
– Eu comprei esses lençóis do Star Wars, mas eles são muito estimulantes para proporcionar uma boa noite de sono. Eu não gosto do jeito que o Darth Vader fica me encarando.
– Sabe, eu ouvi falar que existe uma cidade em Nevada criada especificamente para ajudar pessoas como Howard a esquecerem seus problemas. Eles podem substituir seus problemas por novos, como alcoolismo, vício em jogos e doenças sexualmente transmissíveis.
– Você tem que checar suas mensagens, Leonard. Deixar uma mensagem é uma metade de uma formalidade, que é completada quando se ouve a mensagem. Se esse contrato é quebrado, então todos os contratos sociais são quebrados e nós chegaremos à anarquia.
– BAZINGA!

Publicado setembro 7, 2010 por Ismael em Listas, Materias

Etiquetado com , , ,

Os 10 piores métodos de tortura   Leave a comment

10. Garras de gato
Era uma espécie de rastelo que passava-se ao corpo dos prisioneiros, “dilacerando-os”, para castigá-los.

9. Garrote
A vítima era sentada em uma cadeira e amarrada, seu pescoço era preso com um colar de ferro, ou couro, que era apertado por meio de um parafuso.
Havia duas versões desse mecanismo :
– A versão espanhola, na qual, quando apertado o colar de ferro pelo parafuso, fazia a vítima morrer de asfixia.
– Nessa versão catalã, na nuca do condenado havia um instrumento pontudo de metal, e ao apertar-se o colar, fazia com que esse instrumento quebrasse as vértebras cervicais, ao mesmo tempo que empurrava o pescoço para frente, e com isso a traquéia era esmagada pelo colar de ferro.

8. Guilhotina
Era utilizado para aplicar pena de morte por decapitação, nesse instrumento há uma grande e pesada lâmina, que era segurada por uma corda, ela fica mantida no alto até que a cabeça do condenado seja colocada sobre um local onde impede de se mover. Depois a corda é solta e com o peso, a lâmina corta o pescoço da vítima na hora.
Esse aparelho serviu para decapitar 2794, pessoas que eram contra a Revolução Francesa.

7. Dama de Ferro
É um sarcófago onde no interior havia cravos de ferro que ao fechá-lo perfurava o aprisionado, mas esses cravos eram colocados em locais estratégicos para que não atingisse os órgãos vitais, justamente por ser uma ferramenta de tortura, onde era usada para fazer a pessoa responder ao interrogatório.
A parede desse sarcófago era tão grossa que nenhum grito poderia ser ouvido do lado de fora, quando fechada a porta.

6. Quebrador de Joelhos
Esse aparelho é composto de placas paralelas, em algumas delas poderiam ter cones metálicos bem afiados, em cada uma dessas placas havia uma espécie de parafuso nas estremidades, o instrumento era “encaixado” no joelho, e apertado, com isso esmagava a carne, ossos e músculos, sem contar que as que haviam os cones metálicos faziam um ferimento profundo.

5. O Touro de Bronze
Era uma esfinge de bronze, em forma de um touro, mugindo, dentro dessa esfinge havia um buraco, onde ficava a vítima, depois de colocar a vítima e fechar completamente, era colocado em cima de uma fogueira, com o passar do tempo, o bronze ia esquentando, e o ar ficava escasso. A abertura na boca do touro foi feita para que os gritos fossem como os mugidos, e parecesse que a esfínge estava viva.

4. Pêra
Era introduzido na boca, no reto ou na vagina da vítima, e depois totalmente aberto por meio de um parafuso, que ficava na parte superior do instumento.
Provocava machucados internos quase sempre irreversíveis, algumas dessas pêras possuiam pontas em gancho na extremidade que penetrava mais profundamente.
-A Pêra oral era aplicada principalmente em pregadores protestantes, etc. Pessoas que contrariavam a doutrina religiosa que prevalecia na época.
-A Pêra vaginal era mais usada em mulheres acusadas de feitiçaria, e também às adúlteras.
-A Pêra retal era mais utilizada em homossexuais masculinos.

3. Roda de despedaçamento
A Vítima era amarrada com as costas na parte externa da roda. Embaixo dessa roda era colocada brasa, depois de amarrará-la o carrasco girava a roda fazendo a pessoa morrer praticamente assada. Em alguns casos também, no lugar da brasa, colocava-se cones pontiagudos, e ao girar a roda, o corpo ia sendo dilacerado.

2. Berço de Judas
Esse instrumento era uma espécie de pirâmide pontiaguda, a vítima era pendurada por uma corda, com as pernas levemente aberta. Dependendo do afrouxamento rápido ou lento da corda, pelo executor, fazia com que o peso do corpo pressionasse e ferisse o ânus, a vagina, cóccix, ou saco escrotal.

1. O Serrote
O condenado era preso pelos pés com as pernas abertas e de cabeça para baixo. Devido a essa posição invertida garantia a oxifenação do cérebro e continha o sangramento.
Dois executores, um de cada lado, partiam o condenado ao meio, partindo do ânus, era comum que a vítima só perdesse a consciência quando a lâmina chegasse no umbigo e as vezes até no peito.

Publicado setembro 7, 2010 por Ismael em Listas, Materias

Etiquetado com , ,

A loucura   Leave a comment

Nós não podemos falar nada sobre nós e a nossa época, sem começarmos por definir a loucura.
Como é que se explica que nós sejamos seres dotados de razão, enquanto a nossa sociedade é tão ligada à loucura?
Como as pessoas que tem toda a sua razão podem agir como se estivessem loucas e acreditar nas idéias loucas que a sociedade lhe impõe?
Nós podemos encontrar uma resposta com aqueles que perderam a razão.
O que é que os deixou loucos?
As pessoas ficam assim quando não chegam a criar uma relação funcional e prática com a sociedade e com a realidade.
O que eles fazem?
Eles criam uma sociedade que é uma realidade para eles.
Eles ficam loucos para não perder a sua razão.
A sua loucura é a explicação que eles dão para a loucura que eles encontram no mundo.

Texto por Antônio Abujamra

Publicado setembro 3, 2010 por Ismael em Materias

Etiquetado com ,